mídia
EMS apoia exposição em homenagem à língua portuguesa
25 ago '16

Mostra retrata a diversidade e a permanente renovação do idioma durante a 24ª edição da Bienal do Livro em São Paulo

A EMS, maior laboratório farmacêutico no Brasil, e parceira da 24ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo – evento que será realizado entre os dias 26 de agosto e 4 de setembro no Pavilhão do Anhembi (SP), oferece aos participantes da feira uma reedição da exposição: “Menas – O certo do errado, o errado do certo”, exibida originalmente em 2010 pelo Museu da Língua Portuguesa.

A mostra tem como objetivo aproximar o público do idioma nacional, de maneira clara, divertida e eficaz, demonstrando que a língua é dinâmica, viva, rica, moldável e que se adapta ao tempo e ao espaço, sem abrir mão de seu padrão culto. Para isso, a exposição contará com o painel “Erros nossos de cada dia”, com frases que ilustram transgressões na fala e escrita; com a Biblioteca de Babel, que traz em sua cenografia trechos literários, ditos populares e letras de músicas; com o painel “EMS e a nova língua das mídias digitais”, formado por uma nuvem de expressões linguísticas e códigos de comunicação digital; e ainda com a videoinstalação “Norma, a camaleoa” do Museu da Língua Portuguesa.

Além dessas atrações, será montado no local o “Mapa Mundi da Nossa Língua”, que mostra a presença do português em diferentes partes do globo, em meio a uma nuvem de pequenos logos do laboratório EMS, indicando os 40 países onde a marca está presente.

“A EMS, que é uma big pharma 100% brasileira, tem muito orgulho em apoiar essa homenagem à língua portuguesa, reforçando mais uma vez seu tradicional apoio à cultura nacional”, afirma a gerente de Marketing Institucional da empresa, Josemara Tsuruoka. A iniciativa de trazer a mostra “Menas” para o evento surgiu da união da Bienal do Livro de São Paulo e da Câmara Brasileira do Livro (CBL) – por meio da Comissão para a Promoção de Conteúdo em Língua Portuguesa – CPCLP, com o apoio da EMS, em homenagem ao Museu da Língua Portuguesa, que no último ano foi atingido por um incêndio.

Fonte: CDI Com

+ MÍDIA