mídia
Interfarma lança guia de informações do setor farmacêutico no Brasil
17 ago '16

Publicação traz dados do mercado farmacêutico brasileiro e da área de saúde, atualizações sobre incorporação de medicamentos ao SUS, judicialização da saúde, execução orçamentária do governo federal e andamento das parcerias para transferência de tecnologias, entre outros indicadores

Com o objetivo de reunir informações atualizadas e estratégicas sobre o setor farmacêutico e de saúde, a INTERFARMA (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa) acaba de lançar uma nova edição do Guia de Informações da entidade - 2016. A publicação online está disponível para consulta gratuita aqui, com dados sobre as atividades dos principais órgãos do governo ligados à saúde.

A publicação online permite a atualização regular de temas importantes ligados ao governo, como por exemplo, as decisões da CONITEC, órgão do governo federal responsável pela análise das novas tecnológicas em saúde, uma questão sensível para os brasileiros que diz respeito ao acesso a novos medicamentos. Mais de 450 pedidos de incorporação já foram realizados desde a criação do órgão, porém apenas 44% deles foram aprovados e incorporados ao Sistema Único de Saúde (SUS).

A barreira de entrada de novas tecnologias é um debate constante entre os mais diversos atores dos setores de saúde, incluindo governo e indústria, uma vez que os critérios de análise de incorporação geram consequências. Uma delas é a judicialização da saúde, na qual o cidadão recorre à Justiça para ter acesso aos tratamentos que precisam. O Guia Interfarma 2016 mostra que as demandas judiciais têm aumentado significativamente. Somente o governo Federal já gastou mais de R$ 1,7 bilhão com ações judiciais, entre 2012 e 2015, sendo que esse valor deve ser alcançado neste ano, em apenas 12 meses.

A situação das Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDP’s) do Ministério da Saúde, também será monitorada pelo Guia. Essas parcerias para transferência de tecnologia entre iniciativa privada e laboratórios públicos têm sofrido constantes revisões de contratos e mudanças nas normas. Isso criou um cenário de incertezas, no qual parcerias estão sendo extintas e outras, suspensas temporariamente. Ainda nessa área, o Guia aponta a economia realizada entre 2011 e 2014, de R$ 1,6 bilhão, e a economia prevista atualmente ao final dos projetos, de R$ 5,3 bilhões.

Até a execução orçamentária do Ministério da Saúde está na pauta do Guia de Informações. Ele traz dados públicos acerca dos gastos com projetos e terapias, identificando o valor previsto para esses fins e os valores que de fato foram investidos pelo ministério.

Além disso, serão constantemente atualizadas as oscilações do varejo farmacêutico, que representa mais da metade do mercado, e as variações da balança comercial. Há ainda informações sobre medicamentos biológicos e doenças raras, além da Carta de Princípios e do Código de Conduta da INTERFARMA, que balizam os princípios e a ética na entidade.

Por fim, o Guia reúne dados sobre todas as 56 farmacêuticas associadas e diversas outras fontes importantes para a área da saúde, como entidades, associações de pacientes, federações e sindicatos, entre outros.

Fonte: Interfarma

+ MÍDIA