notícias
A importância da imagem da sua farmácia
09 nov '17

Foto: © plprod

Lembra-se da famosa frase “você é aquilo que come”? Pois é, ela pode ser facilmente adaptada para a realidade empresarial – basta substituirmos o comer por demonstrar: “Você é o que demonstra ser”. Ter o melhor produto ou prestar o melhor serviço nem sempre adianta, se você não pensar na empresa como um todo. Já parou para analisar as grandes marcas que estão no mercado, como Nestlé, Microsoft, entre tantas outras? Todas elas se tornaram grandes marcas não apenas por seus produtos.

O que mais fortaleceu essas marcas e as fixou na mente de todo mundo foram os conceitos criados, sua linha de pensamento. Essas empresas trabalham a imagem perante seu público. A imagem empresarial é extremamente importante para a formação de reputação e para o fortalecimento da sua marca num mercado cada vez mais competitivo, como é o caso do varejo farmacêutico – que muda a cada instante e está cada vez mais conectado. Se você deseja ser grande, tem que pensar como uma grande marca pensa.

Sendo assim, cultivar imagem da empresa é um dos principais passos para ter sucesso e conseguir se manter. É essencial lembrar que o cliente não compra apenas um produto pelo que ele é, mas também pelo que ele representa, por aquilo que ele transmite. Embalagem, qualidade, segurança e confiança são itens que os clientes procuram quando vão até o local da compra – e tudo isso é imagem empresarial, é credibilidade, é formação de opinião.

Em qualquer nível que sua empresa se encontre, seja grande, multinacional ou uma farmácia de pequeno porte, pensar e investir em imagem é importante, porque, além do produto, os consumidores levam com eles o que absorveram na hora do contato com sua empresa. E caso a experiência tenha sido negativa, ele passará isso adiante. Por isso você precisa investir para que, na hora do contato, o consumidor saia apenas com as melhores referências sobre sua empresa.

É importante destacar ainda que não basta investir no básico para manter sua empresa. Investimentos em comunicação são necessários para a competitividade e para o fortalecimento da marca e demonstram que a empresa se preocupa com o todo. Ter uma comunicação com uma mesma linguagem, um bom logo, um bom PDV, um cartão de visitas adequado, um site bem estruturado, tudo isso gera credibilidade para a empresa. Esses elementos deixam sua imagem empresarial mais séria e mais profissional.

Marcas que se comportam dessa maneira, fazendo investimentos em imagem, são as que sempre estão na mente dos consumidores, são as que conquistam os potenciais clientes, são aquelas que estão sempre à frente de seus concorrentes. São essas as marcas que se destacam e cumprem suas metas de vendas. Trabalhar a imagem da marca impacta diretamente no montante de vendas. Porque, com uma imagem forte, o consumidor se sente mais atraído e confiante, o que gera um aumento expressivo de vendas. Clientes satisfeitos consomem mais e empresas que proporcionam isso são as que vendem mais. O impacto pode ser sentido diretamente nas vendas da empresa.

O que você não pode esquecer é que uma marca forte não nasce do nada, não surge como um novo dia que começa. Marcas fortes possuem conceitos, elas têm um DNA, uma filosofia a ser seguida. Como uma pessoa, elas têm vida própria, são orgânicas. Uma marca tem características psicológicas que são divulgadas pela comunicação, pelos produtos e pela imagem empresarial criada.

Você entende qual é a importância de se trabalhar a imagem empresarial? Comece a colocar esse assunto em discussão nas reuniões de sua equipe – estude a possibilidade de fazer investimentos em comunicação, com alinhamento de discurso e padronização de linguagem visual. Isso deixará sua marca mais forte e muito mais competitiva, num mercado cada vez mais agressivo.

Geraldo Monteiro, é mestre em Administração pela Fecap e professor pós-graduação nas Faculdades Oswaldo Cruz - geraldo.monteiro25@gmail.com

+ NOTÍCIAS