notícias
De volta à luta
06 jul '18

Foto: © Fotolia

No final do mês de abril, fui acometido de um problema de saúde que me levou a uma internação por 13 dias.

Nos períodos da manhã, tarde e noite, foram exames e exames sem fim e os cuidados de uma junta médica composta por renomados professores de medicina.

No 13º dia, após mais uma dessas reuniões, indaguei dos mestres o que a nova bateria de exames finalmente estava demonstrando. A resposta que recebi era a mesma dos dias anteriores: meu estado de saúde não era bom, mas ainda não tinham descoberto meu problema.

Foi quando tomei uma decisão e anunciei ao chefe da equipe: “O senhor vai me dar alta hoje, pois eu vou para casa”. Ouvi dele, de novo, o mesmo argumento, agora como contra-argumento: “Não sabemos o que está acontecendo com o senhor”. Respondi: “O que estou fazendo aqui posso fazer em minha residência”.

O professor, percebendo que minha decisão já estava tomada e era irrevogável, resolveu permitir que eu fosse para casa – mas sem alta para retomar o trabalho. Caso sentisse algo novo, que eu voltasse imediatamente ao hospital. Assim foi feito – e, após alguns dias, eu já estava dando expediente normal na ABCFARMA.

Retornando ao hospital para exames, recebi a orientação de que, até segunda ordem, não poderia efetuar viagens longas e nem aéreas, de qualquer duração. Desde então, enfim, estou obedecendo essa determinação. Acho justo.

Em minha ausência, diretores da ABCFARMA de todo o país estiveram presentes à sede da entidade para a Assembleia Geral da ABCFARMA. Agradeço a todos, e em especial a Marcelo Fernandes de Queiróz – RN, que presidiu a reunião – e meus agradecimentos são extensivos a todos os que telefonaram, em busca de notícias sobre meu estado de saúde. Aos que se manifestaram, o meu abraço e sincero agradecimento pelos votos de meu restabelecimento.

No momento, estou em perfeitas condições de saúde e, com exceção de viagens, estou desempenhando plenamente as demais atividades e compromissos da presidência.

Pedro Zidoi Sdoia
Presidente



Nota de falecimento
Nery Wanderley de Oliveira

É com pesar que registramos o falecimento de Nery Wanderley de Oliveira, um dos mais destacados dirigentes do segmento farmacêutico no Rio Grande do Sul. Presidente do Sinprofar/RS e diretor da ABCFARMA, ao longo de toda a carreira ele dignificou o setor em seu estado, deixando um legado significativo.

A ABCFARFMA se associa ao profundo sentimento de perda à esposa Sra. Mariza de Oliveira e nossos colegas gaúchos.

+ NOTÍCIAS