notícias
Pele. SOS verão
05 jan '16

Imagem: © Maridav

A pele –maior órgão do corpo humano em extensão e uma verdadeira barreira natural -- protege nosso organismo contra inimigos externos: a radiação solar, agentes químicos e infecciosos. Por isso merece cuidados especiais no verão, época em que é maior a incidência dos raios solares na pele é maior. E cuidados diários, mesmo quando não estamos na praia ou piscina. Conheça aqui os cuidados que podem ser comprados na farmácia – e aqueles que dependem apenas de bom senso

Primeiro, os cuidados que vêm dos hábitos corretos. Os dermatologistas recomendam evitar tomar banhos prolongados com água muito quente, que resseca a pele. Outra dica é escolher, para o bancho, um sabonete de limpeza suave. E aqui já começamos a entrar no terreno da moderna cosmecêutica. Hidratantes também são elementos agentes indispensáveis no cuidado com a pele durante o verão – com preferência por produtos que contenham ingredientes como a glicerina e o propilenoglicol, que capturam as moléculas de água do ambiente, devolvendo-as para a pele. São os chamados umectantes. Por outro lado, ativos como lipídeos e silicones formam um filme protetor, evitando que a água da pele evapore. Obtida a hidratação, o próximo passo é caprichar no protetor solar (como se vê nesta edição) – e o cuidado extra, pela maior exposição ao sol, está garantido. Mas, como ressaltam os especialistas, os produtos altamente eficientes que estão sendo desenvolvidos nos laboratórios de cosmecêutica produzem efeitos protetores ao longo de todo o ano no sentido de manter a pele jovem e bem nutrida. O sol não é um único fator de risco à saúde dermatológica.

A exposição excessiva a fatores externos como poluição, fumaça e estresse acelera a formação de radicais livres, o principal agente causador do envelhecimento precoce. Quando isso acontece, o DNA da pele é afetado, podendo causar a destruição das membranas celulares e fazendo com que a pele perca a capacidade de armazenar nutrientes. “Com a vulnerabilidade das membranas, também surgirão quadros de inflamações na pele, falta de colágeno e elastina que, por conseguinte, facilitarão o aparecimento de rugas, manchas e ressecamento”, explica a Dra. Mika Yamaguchi, farmacêutica e consultora técnica da Biotec Dermocosméticos, empresa especializada em divulgar ao mercado de farmácias magistrais, área dermatológica e medicina estética, ativos e conceitos dermocosméticos inovadores. Poluentes internos, como a luz artificial, o ar-condicionado e o ar aquecido, considerados agentes ressecadores, também são causadores de radicais livres e do envelhecimento precoce. No caso de exposição prolongada ao ar-condicionado, cujo uso é muito mais intenso no verão, ocorre um dano na camada protetora da pele, pois o aparelho deixa o ambiente totalmente seco e desidratado. Se a pele já é seca naturalmente, ela fica ainda mais ressecada. Mas já não estamos mais na época dos “creminhos” para a pele. Vivemos a era de cosméticos superpoderosos e eficazes. Segundo a farmacêutica, a tendência mundial no tratamento para a pele é a linha de nutricosméticos, ou seja, associação de produtos de uso tópico com uso oral do mesmo ativo. Entre os novos princípios ativos já disponíveis no mercado, o CoffeeSkin (proporcionando uma ação antioxidante em três níveis), o OTZ 10 (molécula nova que protege a pele do fotoenvelhecimento e atua também na detoxificação do tecido conjuntivo) e o GPS (que melhora a capacidade de proteção da pele às variações climáticas e às diferenças de umidade)

10 dicas para seu cliente curtir o verão à flor da pele

1. Capriche na hidratação -- Para repor a água perdida, use hidratante após o banho, com o corpo ainda úmido, em movimentos circulares do pescoço aos pés.

2. Acerte no produto -- Escolha hidratantes com ureia, vitamina E, óleo de amêndoas, aveia, silicone, extratos de camomila e calêndula, que retêm água e impedem a desidratação da pele".

3. Use gel, creme ou loção -- Peles secas pedem hidratantes em creme, as oleosas e mistas combinam com gel ou loção, e as normais podem usar qualquer tipo de consistência.

4. Dê atenção especial ao rosto -- Se exagerar no filtro e nos cremes, surgem cravos e espinhas. Use um sabonete à base de ácido salicílico, que limpa e reduz a produção de oleosidade da pele. Prefira cosméticos oil free ou com toque seco.

5. Na hora da hidratação lembre-se dos cotovelos, joelhos, calcanhares e pés

6. Não se esqueça do colo, pescoço e mãos -- Essas áreas ficam diretamente expostas ao sol. No colo e pescoço, use o mesmo creme do rosto. Nas mãos, use um hidratante próprio para a região.

7. Vale usar óleo corporal -- Fundamental na época do calor, ele forma uma película protetora sobre a superfície da pele, prevenindo a desidratação. Para evitar que a pele fique engordurada, aplique umas gotinhas nas mãos, esfregue-as e espalhe no corpo molhado, após o banho, no boxe. Enxágue rapidinho em seguida.

8. Hidrate de dentro para fora -- Beba muita água, de preferência entre dois e três litros por dia.

9. Exagerou no sol e ficou ardida? -- Limpe a pele com água fria e passe um hidratante para aliviar o ardor, reduzir a "vermelhidão" e impedir o ressecamento. Os cremes com aloe vera e pantenol são boas opções. Mas evite as loções que levam álcool na fórmula, e desidratam ainda mais a pele. E, se quiser uma solução caseira, faça uma compressa com chá de camomila bem gelado.

10. Descascou? Evite puxar as pelinhas -- Durante o banho, massageie a pele suavemente, com as mãos, para que a pele vá se soltando naturalmente.

+ NOTÍCIAS